Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

moXo

Ave noturna, misteriosa e inteligente. O Mocho simboliza Reflexão, busca pelo conhecimento racional e intuitivo, Sabedoria.

Ave noturna, misteriosa e inteligente. O Mocho simboliza Reflexão, busca pelo conhecimento racional e intuitivo, Sabedoria.

moXo

22
Abr20

Gestão

moXo

Há algo que me inquieta há muito tempo.

A gestão do meu tempo, das tarefas que me proponho a fazer, os meus deveres e as minhas responsabilidades. Sinto-me incapaz em o fazer de forma correta e eficaz.

Esta gestão e a tentativa de a fazer de forma equilibrada tem sido e é uma grande desafio.

Chega a ser agunizante o que me causa ou o que permito que me cause.

Perturbador. Causa-me stress, agitação, ansiedade, nervosismo, tensão, mau estar, irritabilidade.

É avassalador.

Como gerir tudo isto?

 

Gratidão,

moXo

011218

 

 

05
Fev20

Pára

moXo

…e tive o que acho ter sido um ataque de pânico e ansiedade.

Arrepios, nervosismo, agitada, coração acelerado, uma onda de insatisfação, desconforto, perdida, a precisar de colo, de atenção, de explicações.

Falei, chorei, fui sincera e natural…expus-me e fui verdadeira no que sentia, no que tenho vindo a sentir, a pensar e a viver.

Sensação constante de perda, de confusão, de este não ser o meu lugar, a minha missão.

 

Ando tão preocupada em encontrar-me, em descobrir o meu caminho, em perceber qual o meu propósito que esqueci de ver o óbvio, o que está à minha frente. Eu tenho tudo. Eu sou feliz. Eu sou uma mulher de garra e força. Determinada, persistente e lutadora.

Eu tenho família, amigos, companheiro, trabalho, comida, roupa. Tenho a liberdade que quero. Sou livre, sou linda, sou educada, sou sincera, natural, inteira, sem máscaras ou artifícios.

Na procura de algo mais, deixei de ver o “menos” que me rodeia e que permite o agora existir.

Estou a viver o antes ou algo pararelo que não existe e que só me causa ansiedade e instabilidade.

Aceitar o agora, o momento e viver o que tenho à minha frente.

O que quer que eu me torne ou que descubra em mim, se tiver de ser será e vai estar claro.

Pára de viver angustiada.

Pára de querer fazer tudo e estar em todo o sítio e com todos.

Pára de pensar tanto e em tudo.

Fica só. Abranda. Filtra. Deixa-te ir.

 

Gratidão,

moXo

221018

 

06
Jun19

Memórias de um passado recente

moXo

Sinto-me mal, doente, fraca, confusa, perdida.

Percebo que o meu corpo físico não está bem. Mas o que é? Que se passa? O que fiz de errado?

Surge o medo, a ansiedade, a inquietude. As memórias de um passado recente.

E se é o corpo físico a mostrar que a minha alma está cansada e precisa de descansar?

E se isto é o reflexo e consequência de tão somente uma bactéria, um vírus?

Perdida, confusa, indecisa.

Parece que tudo voltou à estaca zero, que não percorri nenhum caminho, que estou fora de mim, fora de controlo, fora do meu equilíbrio.

 

Gratidão,

moXo

250618

 

18
Set18

Sensações

moXo

Sensação crescente de desconforto ao longo do dia.

Talvez por fazer algo só porque fica bem, só porque é suposto eu fazer, não querer magoar quem me é próximo, não querer criar mal entendidos. Ouço comentários que não gosto. Desvalorizo mas magoa.

Há um desconforto geral, aperto, ansiedade, inquietação. Aumenta, cresce e sinto-me agitada.

 

Talvez pelo dia de hoje ou talvez por toda uma semana laboral em que me senti injustiçada, incompreendida, pequena, insignificante, sem relevância. Não criei conflitos, não confrontei. Fico calada, pensativa e a processar tudo o que se passa há minha volta e que não controlo, não consigo mudar. Não me compete. Não tenho voz.

Sou atingida por uma onda. A energia acumulada arrasta-me e sinto-me sem forças. Irritada, triste, angustiada.

 

Paro e reflito. Sei que tenho de compreender para me curar. Interpretar o que sinto e o que isso me faz.

Tenho de usar o que já aprendi para me equilibrar e reverter. Trabalhar em mim.

Só eu o posso fazer.

 

Uso as ferramentas de auto ajuda e relembro o caminho longo que iniciei desde 2016.

Relembro o que faço diariamente para mim; o que já fiz; exercícios dos cursos que frequentei e frequento, técnicas de respiração e meditação; livros, revistascuidar-me.

 

Uma vez mais percebo que comecei um trabalho que nunca irá acabar.

Respiro, sinto, foco-me em mim. Falo e liberto.

 

Gratidão,

moXo

 

180318

Mais sobre moXo

foto do autor

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.